Inbound Marketing – Atraindo clientes com conteúdo

Muito provavelmente você já ouviu falar do inbound marketing ou já teve contato com essa técnica de prospectar clientes, isso porque ela ganhou bastante força nos últimos anos. Mas você sabe por quê? Nos últimos 10 anos, com a internet e suas funcionalidades conquistando protagonismo na forma como consumimos conteúdo – seja ensino ou entretenimento -, as técnicas clássicas de comunicação de massa começaram a surtir menos efeito no público. Assim, surgiu a ideia de se planejar estratégias de marketing baseadas em conteúdos que o possível prospect queira absorver.

Por que vale a pena?

Com certeza um dos principais argumentos para se optar por esse conjunto de estratégias é que grande parte das pessoas não se sente atraída por publicidades intrusivas e que não agregam valor. O seu principal objetivo será mapear o segmento de público específico que vai se identificar com os ideais e a voz da sua marca, para que as pessoas certas sejam alcançadas pelo seu conteúdo – isso também aumenta o poder de persuasão da sua marca -, o que possibilita um diálogo mais direto entre a sua marca e o cliente, gerando um relacionamento sólido e duradouro.


Como funciona?

A essência do inbound marketing, portanto, é atrair e conquistar a atenção de possíveis clientes através de conteúdos que ele julgue relevantes para seu dia a dia. A meta é engajar seu público com conteúdos muito bem alinhados aos seus gostos e interesses, isso aumenta as chances de seus clientes se tornarem defensores fiéis da sua marca ou produto.

Assim, os pilares do inbound marketing são o SEO, para que a sua página na web apareça primeiro em pesquisas no Google; marketing de conteúdo, para ser relevante, e estratégias em mídias sociais, para estar próximo ao público. As etapas dessa técnica são ilustradas pelo clássico funil de vendas:

  1. Atrair – atrair possíveis prospects através de conteúdos em mídias sociais, blogs e outros que sejam relevantes para ele;
  2. Converter – chamar seus prospects para um contato mais direto com sua marca;
  3. Vender – segmentar os leads e nutri-los para finalmente fechar a compra;
  4. Encantar – a experiência pós-venda deve ser tão agradável quanto a de venda para que o cliente não só sinta vontade de comprar novamente como também indique seu produto para outras pessoas.
Dicas de ouro
  1. Seja você mesmo: originalidade é tudo, não tente ser alguém ou uma marca que você não é, pois talvez essa não seja a melhor estratégia para o seu negócio;
  2. Dê conteúdo realmente relevante às pessoas: não finja estar oferecendo algo valioso para elas, quando na verdade não está;
  3. Tenha seus objetivos bem claros: saiba onde está e onde quer chegar.

Querendo iniciar um trabalho de inbound marketing, mas? Entre em contato conosco para saber mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu