Como o growth hacking pode acelerar o crescimento do negócio por meio das redes sociais

Se você ainda não ouviu falar em growth hacking, trata-se de um dos conceitos mais usados pelo marketing corporativo na atualidade. Ele envolve uma estratégia que reúne criatividade e pensamento analítico para atingir o público-alvo e, assim, ganhar exposição no mercado.

De forma objetiva, o growth hacking ajuda a encontrar gatilhos que, uma vez acionados, contribuem para acelerar o crescimento do negócio. Mas, para que seja eficaz, é preciso ter em mãos um estudo detalhado das tendências e do comportamento do consumidor.

 

E como fazer isso por meio das redes sociais?

Por terem acessibilidade global, as redes sociais se apresentam como as principais ferramentas de growth hacking. Com elas, e a devida análise do público-alvo, é possível criar um conteúdo viral (ou mesmo uma oferta) capaz propagar-se de forma rápida e eficiente.

Uma das táticas mais conhecidas de promoção é a realização de concursos em que os usuários devem compartilhar determinado post na sua rede social. Além de funcionar muito bem em curto prazo, esse método contribui tanto para o crescimento quanto para uma maior visibilidade da marca.

Grandes empresas como Facebook, Dropbox, Twitter, LinkedIn, Spotify, YouTube, Pinterest, Reddit e Instagram têm utilizado de maneira bem-sucedida as técnicas de posicionamento extraídas do growth hacking.

 

5 exemplos do growth hacking para acelerar o crescimento da sua empresa

 

#1 – O segredo de sucesso do Spotify

Um case de sucesso do uso das mídias sociais é o do Spotify, uma das primeiras empresas a integrar o seu aplicativo com o novo feed de notícias do Facebook. E os números comprovam tal eficácia.

Ao permitir que os seus usuários passassem a compartilhar o que estão ouvindo na rede social fundada por Mark Zuckerberg, a empresa alcançou um milhão de pessoas em apenas cinco meses.

 

#2 – LinkdIn e a abertura do perfil público

Já o LinkedIn conseguiu passar de 2 milhões para 200 milhões de usuários ativos ao fazer uso de uma das ações de growth hacking. Como isso aconteceu? A empresa permitiu a visualização de perfis públicos para pessoas que não estavam cadastradas em seu sistema.

Esses perfis foram totalmente otimizados para SEO. Quando alguém procurava o nome de uma pessoa no Google, um dos primeiros resultados que aparecia era o perfil nesta rede.

E o mesmo ocorreu com quem procurava por nomes de empresas: o perfil institucional também aparecia categorizado pelo gigante de buscas.

 

#3 – Fazendo amigos pelo Facebook

Não foi à toa que o Facebook atingiu cerca de 2 bilhões de usuários ativos. Entre os hacks utilizados está o fato de que, ao criar um perfil, o usuário é incentivado a associar a sua conta de e-mail. A partir disso, a rede indica como sugestões de amizade quem já faz parte da sua lista de contatos.

Outro deles é a possibilidade que sugere amigos para uma pessoa que acabou de criar sua conta. Caso estes ainda não tenham sido adicionados, estará ali a oportunidade de enviar a solicitação de amizade de forma prática e certeira.

 

#4 – O espaço gratuito que rendeu milhões ao Dropbox

É da empresa um dos casos clássicos do assunto. Bem no comecinho da sua existência, quem recomendasse o produto a amigos ganhava espaço gratuito para armazenar conteúdo na nuvem.

O resultado? Isso se mostrou uma ação de baixo custo que fez aumentar, em pouco mais de um ano, o número de usuários ativos na plataforma de 100 mil para 4 milhões.

 

#5 – A chuva que viralizou o Bistrô Paris 6 de São Paulo

O caso de uma jovem que tentou cruzar a rua Haddock Lobo, em São Paulo, para chegar ao restaurante numa noite de chuva forte ganhou grande repercussão. Mesmo com a ajuda de um funcionário, ela fora levada pela água que corria pela calçada do estabelecimento.

O acidente foi filmado e logo tomou conta das redes sociais. Mas, o Paris 6 agiu pouco tempo depois de o vídeo ter sido difundido: criou um post na sua página do Facebook pedindo ajuda para localizar a cliente e obteve cerca de 170 mil compartilhamentos em minutos.

Como se pode perceber, o conceito de growth hacking pode impulsionar a visibilidade e, consequentemente, a possibilidade de receita do seu negócio. Então, se você deseja saber mais sobre o assunto, entre em contato com a GB Creative.

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Fill out this field
Fill out this field
Please enter a valid email address.

Menu